Buscar

PT, o jovem de 41 anos

O Partido dos Trabalhadores completou 41 anos em fevereiro deste ano. O presente, veio em março, quando o nosso presidente Lula teve os direitos políticos restabelecidos e a injustiça que foi feita começou a ter fim. Mas o questionamento que ainda surge é sobre a necessidade de renovação do PT que, para muitos, precisa se reinventar. Como presidente municipal do partido na cidade do Rio de Janeiro, afirmo: é totalmente viável que haja uma renovação de forma que se respeite a história. E este movimento já começou.


Vamos aos fatos: nas eleições 2020, o PT Carioca fez um ótimo trabalho na candidatura majoritária à Prefeitura com a Benedita da Silva, que dialogou com toda a cidade, sobretudo com as favelas. Como resultado, elegemos três vereadores: os veteranos Lindbergh e Reimont, além da novidade no nome da Tainá de Paula, sendo a segunda mulher negra mais votada do Brasil para o cargo e a nona candidata com mais votos entre os representantes cariocas. A candidatura e vitória da Tainá não são casos isolados. Na cidade do Rio, o PT teve muitas candidaturas novas, sobretudo de pessoas que vieram das periferias e subúrbios. Desde o dia que assumi esta presidência, no final de 2019, firmei o compromisso de estar mais presente nas lutas do dia da sociedade carioca, mantendo o diálogo com movimentos e lideranças, sejam elas centrais sindicais ou coletivos populares das favelas. A reconexão com a base, que tanto se perguntava aqui no município, está acontecendo de forma cada vez mais intensa. Tudo isso, com um objetivo muito explícito: preparar para 2022 e a batalha contra o bolsonarismo.


Dentro desse movimento de construção com a base, que acontece na forma de diálogo, proposições e apoio, há a urgência de debater pautas progressistas, em prol das minorias e com uma vivência além da teoria. É preciso agir e o momento é agora. O PT está neste caminho dentro e fora das redes sociais, uma ação que acontece no Rio de Janeiro mas que também é nacional. Exemplos nas últimas eleições não faltam: Laura Sito, Carol Dartora, Camila Jara, Duda Hidalgo, Fernanda Curti, Paolla Miguel, Karla Coser, Dandara, Laiz Perrut, Moara Sabóia, Flávia Hellen, Brisa Brachi e Bia Caminha. Em 2020, foram eleitos 569 vereadores petistas com menos de 35 anos, de acordo com a Secretaria Nacional de Juventude do PT.


É nítido que, sim: o Partido dos Trabalhadores é novo de novo. Um jovem de 41 anos que está preparado para novas batalhas e conquistas. Vamos à luta!

98 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo