Buscar

PT vota contra, mas Câmara aprova Reforma da Previdência Municipal

Apesar de toda a luta e resistência da bancada do PT e da oposição, a Câmara aprovou ontem, 13/4, com apenas um voto de diferença, a reforma da Previdência municipal. A reforma joga nas costas dos servidores o pagamento do rombo nos cofres públicos.


A partir de agora, os servidores - cuja maioria ainda nem recebeu o 13º salário de 2020 - vão passar a descontar 14% para a Previdência Municipal. Serão quase 100 mil trabalhadores atingidos, incluindo servidores do Executivo, da Câmara do Rio e do Tribunal de Contas do Município. Do total, 87.079 estão na ativa e 12.658 aposentados e pensionistas.


Hoje, 14/4, haverá uma nova batalha. A Câmara vota o projeto de previdência complementar, um regime de capitalização que coloca dinheiro nas mãos dos bancos e é um modelo comprovadamente fracassado na maioria dos países que o adotaram.


Nossa aguerrida bancada permanecerá ao lado dos servidores e votará contra esse novo projeto.


64 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo